maio 2010


“A vós correndo vou, braços sagrados,

Nessa cruz sacrossanta descobertos;

Que para receber-me estais abertos,

E por não castigar-me estais cravados.

A vós, divinos olhos, eclipsados,

De tanto sangue e lágrimas cobertos,

Pois para perdoar-me estais despertos

E por não condenar-me estais fechados.

A vós, pregados pés, por não deixar-me,

A vós, sangue vertido, para ungir-me,

A vós, cabeça baixa, por chamar-me.

A vós, lado patente, quero unir-me,

A vós, cravos preciosos, quero atar-me,

Para ficar unido, atado e firme”.

Gregório de Matos

Estive nesta última semana em Vitória, capital do Espírito Santo, para participar do II  Seminário Nacional de Africanidades e Afrodescendência que tinha como tema “ Formação de Professores e Histórias de Vida”.

Participei deste seminário com um mini-curso de três dias intitulado “Fé, Expressão E Cultura: Por Um Resgate Da Negritude Na Liturgia Brasileira”. Confesso que de início fiquei muito temerosa, mas fui tão bem acolhida e recebida por todos de seminário que me senti em casa! Ao final do curso mais de 80 pessoas passaram pelo auditório onde eu estava e ficaram encantados com a novidade da temática, que tem como categorias pricipais o dialógo interreligioso, inculturação, liturgia e evangelho. Aproveitei o momento para divulgar também a ANNEB – Aliança de Negros e Negras Evangélicos do Brasil.

Saí de Vitória repleta de novas amizades, pastores e pastoras, padre e outros religiosos católicos, sacerdotes e participantes de religiões de matrizes africana e indígena, e pessoas que não professavam nenhum tipo de religiosidade. Sem dúvida, foi um evento com poucos e uma experiência maravilhosa da qual nunca me esquecerei.

Muitos me solicitaram os texto que utilizei durante os três dias de mini-curso. Então resolvi disponibilizá-los aqui no blog; segue logo abaixo.

(mais…)

Como diz Dorival Caymmi “quem não gosta de samba bom sujeito não é; É ruim da cabeça ou doente do pé.”  Pois é gente, conheci uma pessoa em Vitória (ES) que tem um blog danado de bom para quem gosta de samba! O nome dela é Pricila e juntamente com outros organiza e divulga o blog ZIRIGUIDUM! Este eu indico com gosto! Clique na figura abaixo e confira já as postagens deste blog.

Mãe…São três letras apenas
As desse nome bendito:
Também o céu tem três letras
E nelas cabe o infinito

Para louvar a nossa mãe,
Todo bem que se disser
Nunca há de ser tão grande
Como o bem que ela nos quer

Palavra tão pequenina,
Bem sabem os lábios meus
Que és do tamanho do CÉU
E apenas menor que Deus!

Mário Quintana